13 fevereiro 2014

De partidas, pedaços


   Nostalgia significa o estado de profunda tristeza causado pela falta de algo. É a sensação de saudade originada pela lembrança de um momento vivido no passado ou de pessoas que estão distantes. 
   Quando estamos sozinhos é comum pensarmos sobre isso, quero dizer, nas coisas que já passaram, que foram boas e marcaram nossas vidas. 
Me pergunto, de onde vem a saudade!? Para onde vai? Será que ela não tem medo de se perder em busca de alguém que está tão longe? Bem, acredito que a saudade é um ser a parte, não é nem gente, nem espírito, é algo muito maior, e muito menor ao mesmo tempo, algo que paira entre várias dimensões porque se estende a qualquer plano, vida ou morte, nada é barreira para a saudade...
Costumo pensar muito em tudo que passou, em todos que passaram porque inevitavelmente, as pessoas que passam, levam um pouquinho da gente com elas e com tantas partidas, (tantos pedaços perdidos) fica difícil se manter inteiro. 
Não quero me prolongar, é apenas uma nota sobre a saudade e as lembranças que estão tão intimamente ligadas... Ontem chorávamos por quem foi embora, hoje secamos nossas lágrimas e amanhã, ha, no amanhã, encontramos um novo alguém para secar nossas lágrimas. A vida devia ser assim. Acho que a vida devia aprender a seguir o script. 

Esther Lisboa

Nenhum comentário:

Postar um comentário