06 fevereiro 2014

Liberte-se


  Liberdade? Não sei de fato o que falar sobre ela.
  Sempre haverá alguma coisa que nos prende. Em alguns casos coisas boas, em outros casos não são coisas tão boas assim.
  Há aquelas paixões que nos prendem às vezes, e que por mais que você queira se livrar, sempre haverá fragmentos com você. E isso muitas vezes até te impede ser feliz, de realmente encontrar a felicidade ao lado de outro alguém (Falo por mim).
  Nós muitas vezes nos prendemos a ideais, a acontecimentos, e quando nos frustramos demoram tempos para enxergar aonde nós erramos.
  Depositamos nossa felicidade no futuro, no tal “Quando isso acontecer, vou me sentir completo”. Trate de ser completo hoje. Viva o agora. Com seus amigos, com a sua família você pode se sentir completo, sim.
  Não existe tempo nem idade que determine sua liberdade, isso depende apenas e exclusivamente de você.

  Lembre-se daquela música “Liberdade pra dentro da cabeça”. Siga o conselho e liberte-se. Liberte-se dos medos, dos preconceitos, das lembranças do passado que você quer esquecer. Deixe ir às palavras que foram ditas e te magoaram. Deixe ir às pessoas que te machucaram. Perdoe. Siga. Liberte-se. E por mais que não seja nada fácil, tente.

Marcella Freitas 

Nenhum comentário:

Postar um comentário