16 fevereiro 2014

Nostalgia - Lembranças de dias chuvosos


 Acordei chorando mesmo sem sentir nada, o vento frio lá fora que secou minhas lágrimas assim que saí de casa lembrou-me que nada poderia ser bom, nada me faria bem.
 Normalmente gosto de dias chuvosos mas me trazem uma certa nostalgia, penso em momentos que nunca vivi e situações que eu queria muito viver. 
 Mas o dia passou assim, se resumiu em muito pouco, uma estrada vazia lutando contra a força da água que me puxava para um passeio sem volta, por algum motivo eu resistia como naqueles sonhos em que corremos, corremos e permanecemos no mesmo lugar. Um lugar lotado de pessoas cansadas desejando chegar em casa, fugindo das gotas de chuva como se fossem pingos de fogo. E mais uma vez caminho sozinha pelas ruas conhecidas do local onde moro até chegar na minha casa e aquela solidão ser confirmada novamente.
 Sozinha percebo que pior do quer ter o coração lotado de sentimentos é ter o coração vazio, pois esse vazio traz tamanha nostalgia, esse vazio traz todos os sentimentos mais repugnantes, esse vazio dividi turno com a dor...
 E cai a noite, mais um momento de solidão e a esperança de dias melhores, de sentimentos bonitos, de sonhos renovados, de alma curada e feridas cicatrizadas... Tudo se torna uma lembrança de um dia a mais no calendário que passou, muitas vezes despercebido, de sentimento inexplicável e dor aparentemente passageira.
 As gotas secam, o vento esquenta, o sol espanta as nuvens furiosas e tudo que foi ontem já não é mais assim como o amanhã não vai ser... As lembranças de dias chuvosos ficam, guarde apenas o que foi bom.
 Gosto de dias chuvosos...




Beijo doce.
Letícia Maria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário