20 fevereiro 2014

Resenha: Will & Will um nome,um destino.


“Amor adolescente, intriga, raiva, sofrimento e amizade”. Tudo isso temperado com doses maciças de comédia. Prepare-se para o universo de Will & Will. E para pérolas de sabedoria que vão mudar sua vida... Ou pelo menos aumentar seu número de curtidas no Facebook. 
  Em uma noite fria, em uma improvável esquina de Chicago, Will Grayson encontra... Will Grayson. Os dois adolescentes dividem o mesmo nome. E, aparentemente, apenas isso os une. Um Will é amigo do mais expansivo gay de sua escola. O outro precisa explicar à própria mãe sua orientação sexual.
  “Mas, mesmo circulando em ambientes completamente diferentes, os dois estão prestes a embarcar em uma aventura de proporções épicas.”

  Oi gente! Primeiro perdão  por não estar postando com tanta frequência. Estou cheia de trabalhos, estou fazendo cursinho e isso tem consumido grande parte do meu tempo.
  Segundo, eu amo John Green. E hoje, trago mais uma resenha pra vocês.
  Ouvi tantas críticas positivas sobre "Will & Will" e resenhas falando tão bem do livro, que não tinha escapatória, tive que comprar.
  O livro não foge muito do padrão Green. Sim, muitos nerds. Mas apesar disso, os personagens são muito "únicos" apesar de "comuns".
  Como assim, Marcella?
  Se você for parar pra analisar, vai encontrar um Will Grayson no seu amigo da escola, um Tiny Cooper no ônibus e sei lá, uma Jane em você. Pelo fato de serem personagens comuns, como nós.
  Vou parar de enrolação e vamos à resenha.
  "Will & Will" é um livro bem diferente, de forma positiva. E aborda um assunto de cara que ainda é tabu pra muita gente: Homossexualismo.
  Mas o diferencial dele está justamente nisso, a forma como aborda o assunto de maneira leve, descontraída. E faz um assunto "sério" como a descoberta da sexualidade parecer nada mais que uma simples escolha pessoal.
  O livro alterna entre um Will e outro. Contando a vida de cada um, até o dia que o caminho de ambos se encontra.
  O Will hétero vive em Chicago, e logo no início relata sua "paixonite" por Jane, um menina que anda com seu melhor amigo, Tiny Cooper, o gay mais espalhafatoso da escola. Tiny é daqueles que não tem medo de mostrar pro mundo o que ele realmente é não se esconde atrás de máscaras. Além de ser muito engraçado, Tiny tem jeitos e manias tão engraçadas que te fazem gargalhar. 
  O Will gay também vive em Chicago. Ele tem apenas uma amiga, Maura e um namorado virtual,Isaac. Ele é um menino depressivo, cheio de traumas e com feridas abertas e por isso às vezes chega a agir de forma agressiva com sua mãe e com as pessoas ao seu redor.
   Depois de quase um ano de namoro pela internet, Will gay resolve se encontrar com seu namorado Isaac. Eles marcam o encontro em um lugar bem inusitado (Sex Shop),Will vai e descobre que tudo não passava de uma armação de sua amiga Maura e que Isaac na verdade era um perfil criado por ela.
  E como a vida é cheia de encontros e desencontros, ele acaba topando com seu xará Will Grayson.
  A partir daí muitas coisas acontecem com a vida de ambos. Will gay começa a namorar com Tiny e assume para a mãe sua sexualidade, que por seu lado é tão acolhedora com o filho que chega a emocionar.Will hétero junta os caquinhos e se declara pra Jane e vocês só irão saber o que aconteceu se lerem (hahaha).
  Ao longo do livro dá pra perceber claramente o amadurecimento dos personagens, cada um superando seus medos, encarando os seus problemas sem perder sua essência.
   O livro é lindo, bem escrito, e apesar de ter 348 páginas é possível ler em uma tarde pelo fato dos fatos se desenrolarem bem facilmente.
    Recomendo esse livro pra você todos, de verdade.
    Pois afinal, que seja justa toda forma de amor.
    

   Marcella Freitas 



Nenhum comentário:

Postar um comentário