05 abril 2014

So, this is it?

    
  São textos de dias diferentes, que de algum modo se encaixam, vim fazer um desabafo, um
pedido talvez, interprete como quiser, você aí que sabe que esse texto é pra ti, não faça do tempo que tomou pra ler esse texto mal escrito, um tempo perdido.

  Tenho me perguntado bastante se é assim mesmo que as coisas são, ou se sei lá, a vida ainda tem uma daquelas surpresas inesperadas que de vez em nunca explodem na nossa cara. Está monótono, minhas expectativas foram dobradas e colocadas dentro de uma página qualquer do livro de geografia. Mas porque? Sei bem que existe um "algo" mais épico e bom aí, mas não se abre o cadeado sem a chave (metáforas e mais metáforas, blér).
  Preciso de uma daquelas experiências que nos faz sentir saudade da rotina, porque, meu deus, eu to cansada de todo dia fazer as mesmas coisas e sentir as mesmas coisas, é capaz até de no fim dos dias eu sempre ter piscado o mesmo tanto de vezes, e isso tá um porre.
 △ 

  O inesperado, muito esperado, porém improvável, acontece. Quem diria? Sei lá quem diria, meu inconsciente talvez, ninguém liga, não precisou que alguém dissesse. Se eu espero mais? Sempre espero mais. Mas por agora é o suficiente, não que a vontade não cresça mais à cada dia, mas não vou ser chata e fazer cobrança na porta do destino
  As melhores arritmias e borboletas no estomago, ever. Ouvir o "plim" do celular e ler o nome que meu eu interior torcia pra que fosse. Melodrama, paixão cega, bláh bléh blíh. Estou feliz, já tinha até me esquecido de como era estar assim de verdade.
 △ 

  Minha vontade de escrever chega junto com o vazio, vir e ir assim não é legal. Na verdade eu consenti, a culpa é minha. Mas sei lá, estou andando por aí, gastando tempo e paciência sem saber se há chão suficiente pra pisar o próximo passo, e o pior de tudo é lidar com o fato de poder dar meia volta pelo caminho que já conheço de cor. Você não poderia ser mais incerto? Indecifrável? Me ajuda a andar em meio a toda essa neblina? Ou é só isso mesmo? Posso voltar?
 △ 

Anônimo

Nenhum comentário:

Postar um comentário