12 junho 2014

Filme: A culpa é das estrelas.



Hello guys !

  Só ontem eu consegui assistir o filme tão esperado: A culpa é das estrelas.E mesmo uma semana depois da estreia,eu só consegui pegar lugar na ultima sessão da noite.
  Eu não vim falar sobre a história do filme nem nada. Na verdade,acho que até minha vó sabe do que se trata.
  Eu li o livro em janeiro do ano passado,antes de virar esse clichê pavoroso que se tornou Acéde.Eu fiquei super puta com o rumo que esse livro tomou e como ele ficou desvalorizado.E uma história que é linda,se tornou ao meu ver um livrinho super poser.Tanto que eu já não suportava mais ver alguém falando do bendito livro do John Green.
Mesmo com toda a minha revolta a respeito dos posers,eu fui ver. E cara,eu me surpreendi muito.
  O filme está i-n-c-r-i-v-e-l.A escolha do elenco não poderia ser melhor e a trilha sonora está impecável .Eu gargalhei tanto (é muito engraçado mesmo!) que até cheguei a pensar que não iria me emocionar em nenhum momento. Mas,eu sai do cinema praticamente carregada pela minha amiga Julia. E chorei muito. Mesmo depois de limpar o rosto,tomar água,eu continuei chorando.
  E eu resolvi fazer esse post justamente pra você que acha a história boba etc.O que me fez ficar emocionada não é só pelo fato da fulaninha ter câncer ou do fulaninho não ter uma perna. A mensagem que fica com a gente depois de ver o filme foi o que me deixou com o coração em caquinhos.
  Eu vi pessoas de 10 a 70 anos gargalharem junto comigo e mesmo assim saírem da sala de cinema em prantos.Acho que quando um simples filme tem o poder de fazer isso com o público,tem uma mensagem especial que precisa ser vista.
 Xoxo
 Marcella Freitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário