14 abril 2015

Certa vez

Então, hoje eu resolvi postar um texto de minha autoria (nem precisa falar o quanto que eu fique insegura) e eu escrevi ele já têm um tempo, mas eu lí ele de novo essa semana e resolvi postar.

PS: O outro título é as cores. E a foto assim como texto também é de autoria minha.


Certa vez ...

Certa vez eu conheci a felicidade, ela era azul,  como o céu que cobria as tardes da minha infância.

Certa vez eu conheci a liberdade, ela era amarela, como as faixas que têm nos ônibos que me levavam para casa.

Certa vez eu conheci a paixão, ela era neon, como a placa do restaurante em que ele me levou.

Certa vez eu conheci a dor e a tristeza, elas eram cinzas, como a pedra que sentia pesar em meu peito.

Certa vez eu conheci a paz, ela era branca, como as nuvens, que paracem algodão.

Certa eu conheci o amor, e ele era vermelho, com o sangue que corre em minhas veias.

Certa vez eu conheci a esperança, ela era verde, como a grama, que a cada estação morria e renacia.


Bom, espero que tenham gostado e até a próxima.  

Beijocas

Juliane.

Nenhum comentário:

Postar um comentário