29 abril 2015

Poesias da vovó ♥

Olá pessoas, tudo bom com vocês? Então, há um tempo atrás descobri que a minha avó escreve poesias lindas sobre várias coisas que aconteceram durante a vida dela. Eu achei um desperdício de talento deixar isso passar despercebido, então, já que eu não tenho o dom da escrita, resolvi compartilhar as poesias dela com vocês:




Tapetes dourados

Se juntam hora
Num delicado amarelo
Salpicadas flores miúdas
Espalhadas pelo chão!

De formas arredondadas       

De uma cor tão audaz
Surgem os tapetes dourados
Nas avenidas e ruas,
Onde quer que eu vá.

Primeira década de agosto
A natureza mãe trabalhou
Matizando de amarelo
Sibipirumas que alguém plantou.
                                                     Maria Eliza                                                       Agosto de 1990.

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                       



Otimista

Otimista, sim, eu sou
Otimista sim,
E gosto!
Sou otimista
Mas não sou tola

Sou otimista
Mais não estou morta. 
                                     Maria Eliza                                                                     Outubro de 1989.








Bom gentes, era só isso mesmo. Precisava compartilhar que eu tenho uma família talentosa (e eu sou exceção à regra). Sim eu apareci hoje por que eu não postei no sábado :) 
P.S:Acho meio estranho postar textos hahahaha, não sou acostumada com isso 

Besitos
Bia

Nenhum comentário:

Postar um comentário